Abril Azul - Mês de Conscientização do Autismo


Fonte: http://www.portaldarmc.com.br/noticias-da-regiao/2018/04/abril-azul-2018-campinas-integra-acoes-para-campanha-de-conscientizacao-do-autismo/

Olá,


Chegamos ao mês de Abril e com ele uma nova campanha. Desta vez, vamos falar do Abril Azul que faz referencia ao Dia Mundial da Conscientização Autismo ou simplesmente Dia Mundial do Autismo ocorrido anualmente no dia 02 de Abril.


A data tem como objetivo promover conscientização a população mundial sobre o Autismo,


O Autismo é um transtorno que atinge cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.


A criação do Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o objetivo de dar foco a esta doença e divulgar não só para a sociedade, mas também, para alerta governantes sobre esta doença, ajudando a derrubar preconceitos e dar esclarecimentos sobre este transtorno.


O que é o Autismo?


O Autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista”, ou simplesmente TEA.


Os sintomas do autismo vão depender muito de qual grau de autismo a pessoa tem. Além disso, o autismo é único para cada pessoa e por isso os sintomas podem ser dos mais variados possíveis. No entanto, os sintomas mais comuns são diversas fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem e dificuldades de se relacionar com outras pessoas, especialmente olhando nos olhos.


Conforme dissemos anteriormente o autismo causa desordens no cérebro. Estas desordens são chamadas de transtorno invasivo do desenvolvimento (TID) – também conhecido como transtorno global do desenvolvimento (TGD).


E esses transtornos podem ser dos mais leves aos mais graves. No entanto é muito comum associarmos o autismo aos casos mais graves, mas há vários níveis dentro do espectro autista. Nestas variações há desde casos com sérios comprometimentos do cérebro comprometendo até a fala bem como, raros casos com diversas habilidades mentais, como a Síndrome de Asperger (um tipo leve de autismo) – atribuído inclusive a aos gênios Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Mozart e Einstein.


O desconhecimento do Autismo faz com que muitos acreditem no mito de que todo autista tem um “superpoder”, pois os casos em que o transtorno leva a casos de genialidade são raríssimos.


Apesar de o Autismo ter sido descoberto em 1943, apenas em 1993 incluído na Classificação Internacional de Doenças (CID 10) da Organização Mundial da Saúde como um transtorno invasivo do desenvolvimento. E mesmo com o enforque que se tem dado nos últimos anos, ainda é bastante desconhecido pela medicina e a ciência de um modo geral, tanto que sua causa ainda é desconhecida, mesmo com o foco de algumas pesquisas neste intuito. Além disso, alguns estudos também buscam como realizar intervenções mais eficazes e a tão esperada cura.


Hoje, várias são as intervenções realizadas com terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia, tem gerado mais qualidade de vida para os portadores do autismo.


Além disso, estudos em neurociência tem avançado bastante. Estes estudos tem trabalhado com a cura de neurônios autistas em laboratório tem sido realizados em prol de uma possibilidade futura de cura.


E no Brasil?


No Brasil, não só o dia 2 de Abril (Dia Mundial do Autismo) como o mês é dedicado ao Autismo com palestras e eventos públicos que acontecem por várias cidades do país. O objetivo é o mesmo em todo o lugar, ajudar a conscientizar e informar as pessoas sobre o que é o Autismo e como lidar com a doença.


Durante o mês é possível ver diversos pontos turísticos do país são iluminados de azul, cor que simboliza o Autismo.


No entanto, é preciso ter em mente que importante quanto descobrir a cura, é permitir que os autistas de hoje sejam incluídos na sociedade e tenham mais qualidade de vida e respeito.


A GoClass apoia este ideia.


Até o próximo Post.




Equipe GoClass


©2018 by GoClass.