3 Formas de incentivar seu filho a ler (Vídeo) + 5 formas de bônus



Na fase escolar a leitura acaba por muitas vezes sendo o maior diferencial! Crianças que leem tem maior facilidade em interpretar textos, em expressar suas ideias, escrever e consequentemente se sai melhor nas avaliações!


A interpretação de textos é importantíssima na construção da base de qualquer estudante. Todas as disciplinas são afetadas quando o aluno tem a dificuldade de entender o que está lendo. De ciências a matemática, de história a português, a leitura faz a diferença!

Se seu filho ainda não descobriu o amor pela leitura, busque a partir de hoje incentivar e ler junto com ele!


Veja abaixo mais benefícios da leitura:

1- Melhora o conhecimento geral 2- Promove a saúde mental 3- Reduz o estresse 4- Melhora a interpretação de textos e também de fatos (visão do mundo) 5- Mais empatia 6- Expande o vocabulário 7- Melhora as habilidades de escrita 8- Pensamento analítico mais forte 9- Melhora a argumentação 10- Melhora a memória 11- Melhora o foco e a concentração 12- Você se torna uma pessoa interessante e cheio de assuntos legais para conversar


No vídeo, Camila Medsi explica 3 formas de incentivar seu filho a ler. Como bônus apenas para os leitores do nosso blog, preparamos mais algumas formas de incentivar a leitura, junto com uma explicação bem legal:

(Assista as 3 formas no vídeo)


#4: Crie um club do livro: Converse com outras mães da sala do seu filho e encontre interessadas em participar de um club do livro. No club deve ocorrer encontros periódicos que podem ser realizados em bibliotecas, livrarias ou na casa dos participantes do livro. A cada período escolham um livro para ler e debater sobre ele nos encontros. Atenção: O livro precisa ser do interesse das crianças! O ideal é que sejam pequenos, para que consigam ler durante um período curto.

Uma sugestão: Cada mãe ficar responsável pela organização de um encontro, alterando de mãe a cada encontro. :)


#5: Crie um cantinho da leitura em sua casa: Nesse lugar a criança precisa se sentir confortável. Precisa ser um canto agradável com todos os livros ao alcance. O lugar deve ser bem iluminado e silencioso. Frequente o cantinho da leitura junto com seu filho, até que ele crie sua própria rotina.


#6: Leitura além dos livros: Incentive seu filho a ler placas, outdoors, cartas, e-mails, correspondências, receitas, bula, jornal, entre outros. Questione sempre seu filho e estimule a curiosidade. Perguntas como "O que tem escrito nessa placa?", ou mesmo desafiar "Duvido que você consiga ler esse outdoor!" vai jogar as palavras para o dia a dia do seu filho.


#7: Ensine seu filho a criar resumos: As crianças reclamam bastante da leitura dos livros didáticos. Ensinar a criança a criar resumos com suas próprias palavras estimula o poder da síntese e de vocabulário. A criança a partir do resumo consegue entender o conteúdo com mais clareza e organiza as ideias em sua mente. Ah, o resumo pode ser feito de qualquer livro, não só do livro didático.


#8: Dica extra (Estudo de caso): A GoClass tem uma aluna de 11 anos que ama ler. Por privacidade não vamos divulgar seu nome verdadeiro. Chamaremos então de Bia. A Bia tem em seu quarto 2 estantes repletas de livros que ela já leu. Todos os professores que já deram aula a Bia ficam encantados com a paixão pela leitura. Bia tem média acima de 9 em praticamente todas as disciplinas.

Conversei com os pais da Bia para saber o que eles tinham feito para criar a rotina da leitura com ela. Os pais disseram que ela nem sempre gostou de ler, e que conseguiram mudar essa realidade há menos de 2 anos.


A técnica foi a seguinte: Bia gosta de comprar bolsas e estojos de uma determinada marca... e os pais disseram a Bia que ela deveria juntar dinheiro para poder comprar. Que não dariam tudo que ela pedisse. Bia achou injusto, já que precisaria de quase 1 ano da mesada para comprar a bolsa. O pai então disse que daria R$ 10,00 a cada livro que ela lesse.


Detalhe: Tinha que conversar sobre o livro com o pai.


Os pais são leitores natos. Quando Bia começou a ler seu primeiro livro, o pai tratou de ler o mesmo também. Os dois debatiam sobre o livro e ao final, Bia ganhou seus R$ 10,00.


Acontece que Bia queria mais e mais. Começou a ler praticamente um livro por semana, e o pai falou que algumas vezes ela pega mais de um livro para ler ao mesmo tempo, mesmo sabendo que não será paga por ler ele.

- "Já virou gosto. Não sei se foi certo pagar para ela ler... mas sei que agora ela gosta bastante. Tem muita facilidade! Hoje quando ela não tem livros novos, pega os meus!"-

Disse o pai de Bia.

Certo ou não, deixamos aqui esse estudo de caso super interessante!


Como a rotina passa por um incentivo + ação + recompensa, talvez essa técnica tenha sido a responsável por criar a rotina de leitura da Bia!

E aí, o que ta esperando para incentivar seu filho a ler?!